segunda-feira, 1 de julho de 2013

Star Trek Into Darkness + Spock Burger



Eu sempre fui o tipo chato de criança que corrige todo mundo. Torcia o nariz para quem dissesse não saber a diferença entre Star Trek e Star Wars e fazia careta para quem pensava que era tudo a mesma coisa. Isso porque meu senhor querido pai, Cimeno Sênior, me ensinou direitinho desde pequena "essas coisa tudo do espaço".

Pois bem - embora eu soubesse do que se tratava cada coisa, não tinha paciência pra tudo. Era uma pequena-grande entusiasta da guerra e dava pouca atenção à jornada nas estrelas.

Não sei bem explicar por que isso mudou.

Mas, como eu gosto de dizer, o paladar cultural da gente tem muito a ver com momento pelo qual estamos passando. E, depois de assistir Star Trek (2009) e Star Trek Into Darkness (que estreou no Brasil no último dia 14), meu apetite por exploração espacial tem crescido.

Cuidado: se você ainda não viu os filmes, pode sofrer hemorragias ao ler os spoilers a seguir.


~ A história



Quem assistiu O Hobbit em IMAX já conhecia a sequencia incrível que abre Star Trek Into Darkness - Kirk e MCcoy correm pela superfície vermelha e branca de Nibiru (também conhecido como Planeta X que, aliás, deveria ter se chocado contra a Terra em 2003, segundo predições do fim do mundo #curiosidadenerd), perseguidos pelos seres craquelejados que lá habitam. Enquanto isso, Spock é içado para dentro de um vulcão prestes a entrar em atividade, com um dispositivo pronto para neutralizá-lo.

Obviamente, a bagaça dá errado e ele cai lá dentro. A pequena nave que o estava carregando não aguenta o calor do lugar e cede. A Enterprise, que está no fundo do mar, não consegue alcançar Spock para trazê-lo de volta à segurança. 

Com o objetivo de ~distrair~ os Nibirianos (?) atingido, Kirk e MCcoy voltam a bordo e discutem uma forma de salvar a vida do amigo Vulcano, enquanto o mesmo só dificulta o trabalho, assumindo uma postura de mártir.


A prévia termina mais ou menos aí e o cinema todo fica "Ah, não era esse o filme que a gente ia assistir? :(". 

Na época, lembro de não ter me impressionado. Pensava que, se o filme precisava ostentar daquela forma, ele provavelmente não tinha história alguma a contar. É, bom... As três vezes que eu fui ao cinema assisti-lo calaram a minha boca. Mas mais sobre isso mais tarde.

Enquanto isso, na Terra (mais precisamente em Londres), um homem troca favores com um membro da frota estelar. Promete curar sua filha pequena, que está morrendo (ao que tudo indica, de câncer), se o mesmo ajudá-lo. 

Digamos que a ajuda tem a ver com coisas explodindo e gente morrendo.

O ato de terrorismo não é isolado. Ele pretende atacar novamente - e seu ódio parece estar focado nos oficiais da frota. Sua identidade e o porquê de suas ações são algumas das mais interessantes "surpresas" do filme.



~ E aí?


No dia antes de ir ao cinema, reassisti o filme de 2009 com a minha amiga Jaque. Ela ainda não conhecia a história e ficou extremamente impressionada com o quanto Kirk (desculpe a expressão) se fodia. E se fodia bem fodido - eu nunca vi alguém ser tão espancado, estrangulado e atirado quanto ele!


Em Into Darkness isso não é diferente. Na ocasião, esteja preparado: se você acha que as coisas estão se acertando e tudo vai ficar bem, é porque a hora está chegando em que algo vai explodir e um novo vilão será proclamado.

Eles. Não. Têm. Descanso.


E talvez isso tenha sido uma das coisas que me cativou. Pode me chamar de sádica, mas para mim, uma história só fica boa quando tem problema até o talo para ser resolvido. E em Star Trek problema é o que não falta.

Combinei de perguntar ao meu pai se a fodeção acontecia na série também, mas no fim resolvi conferir sozinha. Semana passada peguei o box da primeira temporada e submergi no futuro visto pela década de 1960. 

Apenas digo que, se os cenários de isopor, as expressões ótimas de Leonard Nimoy e a ~sensualidade infinita~ de William Shatner não forem o bastante para você, um bom motivo para assistir à série clássica é o enredo.



Enquanto as séries de hoje em dia são mastigadas e regurgitadas em linhas de diálogo simplistas para que o público não se confunda, Star Trek tem aquele gostinho de "entenda o que bem quiser" que eu tanto adoro. Isso fica claro logo nos primeiros minutos do primeiro episódio, pela falta de introdução e a sensação de que é a gente que se atrasou e perdeu o comecinho, e precisa se apressar pra entender tudo direitinho.



~ Spock Burger


Essa é uma dica para a galera de Mogi e arredores. O Spock Burger é uma lanchonete localizada ao lado do Clube de Campo de Mogi das Cruzes, pertinho da UMC. Uma das coisas mais legais de lá é que, além de ficar aberta até às 5 da manhã, a decoração é toda baseada na nerdice.

O Spock Burger, lanche que dá nome ao lugar, é uma das minhas coisas preferidas no mundo. É, basicamente:

• pão fofinho
• hamburguer (giganto) de fabricação própria
• bacon
• queijo
• rúcula
• tomate seco
• maionese verde também de fabricação própria (já adianto que todos pira na maionese verde)

a foto saiu uma merda, eu sei u_u

O preço normal do lanche é 15,90. Mas às terças-feiras, também conhecidas como “Dia de Spock” na Julianalandia, rola uma promoção: Spock Burger por R$7,95.

As versões “frango” e “veggie” (hambúrguer de soja) eu não sei dizer se são boas, porque nunca provei, mas se você não come carne... ¯\_(ツ)_/¯. Por aqui rola uma aversão básica à soja.

O Spock Burguer tem também um daqueles desafios de comida, com um lanche gigante (1kg e 300gr), tempo recorde (22 min) e prêmio (paga a metade e ganha uma camiseta), mas eu não vou comentar muito sobre ele por motivos de: vi algumas pessoas tentando e é muito nojento.

Mais informações na página do Facebook: Spock Burger.

do tumblr @amrynbishop

~Um diálogo de encerramento (SPOILER!)

Giovana: o planeta do Spock explodiu e ele nem chorou
Juliana: a mãe dele morreu bem em frente a ele e nem um fiozinho da franjinha dele saiu do lugar
Giovana: a namorada dele terminou com ele e nada de alteração
Juliana: mas deixa o Kirk dizer que ele não sente nada
Giovana: daí é um caos!
Juliana: e deixa o Kirk morrer, então!
Giovana: UMA IMENSIDÃO DE LÁGRIMAS
Juliana: Capitão Kirk, tão sensual que faz até vulcanos e androids sem sentimentos se despedaçarem.


E vocês, o que acharam?

16 comentários:

  1. Spock Burger é tipo, a casa de Mogi que todos devem conhecer.
    Quando tô com muita fome sempre lembro de lá!
    SAUDADES MOGI!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lembro das obscenidades que vc disse quando estava comendo o lanche pela primeira vez! hahaha

      aliás, quero a receita da maionese verde *-*

      Excluir
  2. Você esqueceu de citar a excelente atuação do Benedict Cumberbatch interpretando Khan (desculpe, sou obcecada por vilões fodas!)
    E não me disse ainda se o Kirk só se fode na série também.

    Excelente resenha para um excelente filme. <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MAS ENTÃO :X

      É que eu não queria entregar que ele era o Khan, porque pra muita gente é heavy spoiler. Porém, você tá certa, merece ser notado e comentado! Embora eu seja é fixada num ~mocinho corajoso~.

      Na série a fodição não tem fim, mas o que é mais destacado é a ~~~~sensualidade infinita~~~~~(note as ondas). Ele faz ate uma android sem sentimentos ficar doidinha, veja bem. E deixam ele sem camisa toda a chance que eles tem.

      hahahahahaha

      Excluir
  3. Excelente post ju, como sempre \o/. Quando vi o filme eu pensei a mesma coisa "Mano, o Kirk só se fode, pqp" asdushaduhada. Fiquei muito afim de ver a série, mas a preguiça ta ganhando \o/. No Dia 18 vou pra Mogi, podemos marcar de dia 19 ir no Spock Burger, que ta?? *-*

    Super recomendo o filme também, assisti no cinema e não me arrependo =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assisti em IMAX, 3D e 2D hauahuah. Procê ver como eu curti.

      Eu vivo de preguiça, mas ajuda o meu pai ter os DVDs. Daí é só sentar e dar play.

      Bora lá \o/ sinto que eu deveria ganhar desconto pela propaganda :X

      Excluir
  4. OMG! esse ultimo Gif foi foda! Como disse você, Star Trek é uma fonte infinita de gifs XD
    Adorei o Post acho que agente podia fazer um video sobre as referencias que eles tirarm da série, tipo o lance da Mudd's woman lá! os nerd vai pira XD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. chama esse agente aí que eu combino com ele um dia para fazer o vídeo. acho válido XD.

      Excluir
  5. Não vi o filme ainda, mas imagino que esteja fantástico *-*

    Embora eu ainda olhe para o Spock e imagine ele abrindo cabeças #heroesFeelings xD

    ~quero a receita da maionese verde tbm T^T~

    E precisamos URGENTE ir comer la... estou em abstinência de bacon frito, os ultimos que eu comi foram todos no feijão xD... ai não vale xD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o filme é muito bom XD
      mas o mais divertido é ver os velhinho no cinema, recitando a parte final :X

      vamos na terça-feira, é feriado *-*

      Excluir
    2. NÃOOOOOO, nada de Terça-feira, esperem pra ir comigo T.T Vamos ir na Sexta-feira dia 19 Ò.Ó se vocês forem sem mim vão ter dor de barriga no outro dia o dia todo u_u /macumba.

      Excluir
    3. larga de ser chato u_u dá pra ir nos dois dias.

      Excluir
    4. Na terça é bom pq tem promoção =x...
      E eu não ligaria de ir dois dias =x

      Excluir
  6. Spock! Burguer! /o/

    Até qd será que o filme vai estar passando em IMAX? :x

    ResponderExcluir

O mundo acabando e você aí, chamando bolinho de cupcake